segunda-feira, 11 de abril de 2011

Arduino





- Arduino é um sistema embarcado livre, composto por um microcontrolador, com suporte de entrada e saída produzido pela Atmel Corporation. O objetivo do projeto é criar ferramentas capazes de ter um grande desempenho em inúmeras aplicações de modo simples e de custo muito baixo.

- Hardware:

Sua placa consiste em um microcontrolador ATMEL AVR de 8 bits (Atmega8) com componentes complementares.
A maioria dos circuitos possui um regulador de tensão (LM7805) para evitar tensões acima de 5 volts e um oscilador de cristal de 16MHz.
Conceitualmente, quando seu software é utilizado, ele monta todas as placas sobre uma programação de conexão serial RS-232, mas a maneira que é implementado no hardware varia em cada versão. Suas placas serial contém um simples circuito inversor para converter entre os sinais dos níveis RS-232 e TTL. Atualmente, existem alguns métodos diferentes para realizar a transmissão dos dados, como por placas programáveis via USB, adicionadas através de um chip adaptador USB-para-Serial como o FTDI FT232. Algumas variantes, como o Arduino Mini e o não oficial Boarduino, usam um módulo, cabo adaptador USB, bluetooth ou outros métodos. Nestes casos, são usados com ferramentas microcontroladoras ao invés do Arduino IDE, utilizando assim a programação padrão AVR ISP.


- Software:

O Arduino IDE é uma aplicação multiplataforma escrita em Java na qual é derivada dos projetos Processing e Wiring. É esquematizado para introduzir a programação a artistas e a pessoas não familiarizadas com o desenvolvimento de software. Inclui um editor de código com recursos de realce de sintaxe, paranteses correspondentes e identação automática, sendo capaz de compilar e carregar programas para a placa com um único clique. Com isso não há a necessidade de editar Makefiles ou rodar programas em ambientes de linha de comando.

Tendo uma biblioteca chamada "Wiring", ele possui a capacidade de programar em C/C++. Isto permite criar com facilidade muitas operações de entrada e saída, tendo que definir apenas duas funções no pedido para fazer um programa funcional:

  • setup() – Inserida no inicio, na qual pode ser usada para inicializar configuração, e
  • loop() – Chamada para repetir um bloco de comandos ou esperar até que seja desligada.

Pergunta:
"Será que mesmo com pouco conhecimento em eletrônica, eu posso contruí-lo?"
Sim, qualquer pessoa com tempo e dedicação será capaz de contruir um Arduino na sua própria casa e sem gastar muito por isto.

Lista de materiais:


Manual completo do Arduino Severino ( LINK )


-Contudo, após obter todos os itens da lista de materiais, vamos colocar a mão na massa!
No manual do Arduino Severino, contém o circuito impresso do projeto, dessa forma, não será necessário desenhar o circuito na "mão grande". O circuito será obtido através de transferência térmica.
Nota: Depois de baixar a foto, escolher a segunda opcão de impressão de página inteira.

No link abaixo segue as instruções e lista de material necessário.
Ok, fiz o Arduino. E agora?
-Existem diversas aplicações prontas do Arduino, que vocês poderão utilizar e com o tempo criar suas próprias aplicações. Para isto, deve-se conhecer a linguagem C/C++ e utilizar o Arduino IDE para gravá-las no seu Arduino.
Em breve estarei postando algumas das minhas aplicações para o Arduino e explicando detalhadamente como gravar e como utilizar o Arduino.

By: Fabrício José M. de Jesus

Um comentário:

Marizinha disse...

ELE É DEMAAAAAAAAAAAAAIS \o/